terça-feira, 30 de junho de 2020

Roberto Rocha emplaca Rosendo Júnior na diretoria da Codevasf em Brasília


Roberto Rocha emplaca Rosendo Júnior na diretoria da Codevasf em Brasília


Senador é o político maranhense com maior poder de influência no governo de Jair Bolsonaro

É do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), político maranhense com maior poder de influência no governo de Jair Bolsonaro (sem partido), a indicação de Antônio Rosendo Neto Júnior para a Diretoria da Área de Desenvolvimento e Infraestrutura da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba).
A posse aconteceu nesta terça-feira 30, em Brasília, e contou com a presença do tucano, do diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Andrade Moreira Pinto, e de outros membros do alto escalão da companhia.
Administrador de empresas, Rosendo Júnior tem pós-graduação em Gestão Pública e Direito Tributário, tendo exercido atividades de gerente e diretor em diferentes empresas nos últimos 20 anos. No Maranhão, foi secretário-adjunto na SEMA (Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais) e diretor da SEFAZ (onde é funcionário concursado), em Codó. Também já foi diretor de Negócios do Banco do Nordeste.
A Codevasf tem sede em Brasília (DF) e oito Superintendências Regionais na sua área de atuação, além de escritórios de representação e de apoio técnico e unidades de produção e pesquisa.
Atualmente, atua em todo o do Maranhão, graças a autoria do próprio Roberto Rocha, que ampliou a área de atuação da companhia e possibilitou que ela abarcasse todas as bacias hidrográficas do estado.

Câmara de Matões do Norte deve instalar CPI para investigar gestão do prefeito Padre Domingos




Na próxima quarta-feira (1), a Câmara Municipal de Matões do Norte realiza uma sessão extraordinária para discutir a abertura de uma CPI – Comissão Parlamentar de Investigação – que irá investigar a gestão do atual prefeito Padre Domingos, que está sob suspeita de ter praticado uma serie de irregularidades, inclusive de desviar verba destinada ao combate do coronavírus.

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Vice Presidente do PMN de São Luís envolvido em esquema em paço do Lumiar

Agata e Laesly

O Blog continua analisando as folhas de pagamento e chegou a um cruzamento que leva até o gabinete do deputado estadual de primeiro mandato Wendell Lages.

De acordo com o que apurou o Blog, uma das integrantes do gabinete do parlamentar é a namorada de Ribeiro Neto, Ingrid Campos.

Ribeiro, Agata e Lages

Assim que Jameson Malheiros caiu de paraquedas em Paço, Ribeiro – que declara ser mentor intelectual do “Novo Núbio” – tratou de pleitear indicações e assim ganhar espaço com o deputado Lages, que tem reduto eleitoral em Itapecuru-Mirim.

As indicações até o momento identificadas pelo Blog são do assessor especial do gabinete de Paula, Laesly Simões e a esposa deste, Agata Cristine, que é secretaria de meio ambiente de Paço do Lumiar.

Laesly, conforme já denunciado pelo Blog, recebe por mês a bagatela de R$ 15 mil por mês. Já a sua amada, Cristine, quase R$ 9 mil.

A moral de Laesly é tão grande que ele teve direito a bolo, pipoca e guaraná nas dependências do Centro Administrativo do Tambaú, no dia do seu “B-day”…

O Blog mostrará, com documentos, que Agata não entende nada do que acontece na pasta que “comanda”, com as bênçãos do pré-candidato a vereador de São Luís, Ribeiro Neto/Wendell Lages, vide que há cargos duplicados na secretaria indo de encontro ao que preconiza o organograma e estrutura da referida pasta, como é o caso do ex-marido da atual nora de Pindoba.

Veja os contracheques:

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Ex-deputado Júnior Verde assume Presidência do ITERMA

Ex-deputado Júnior Verde

Ex-deputado Júnior Verde

O ex-deputado Júnior Verde é o novo presidente do do Instituto de Colonizações e Terras do Estado do Maranhão – ITERMA. Ele sucedeu Raimundo Lídio, que se deixa o cargo após 2 anos e 11 meses.

O novo presidente do ITERMA ressaltou que estará à disposição do Governo do Maranhão, realizando ações fundiárias e priorizando projetos produtivos na melhoria da qualidade de vida do trabalhador rural.

Verde acrescentou ainda, a importância da modernização do Instituto. “O momento que vivemos precisamos usar cada vez mais as ferramentas tecnológicas, além de buscar parcerias com outros órgãos estaduais para criação de postos do Instituto no interior Estado, descentralizando o atendimento que hoje é feito apenas em São Luís”, disse o ex-parlamentar.

O ITERMA é o responsável pela política fundiária do Estado, desenvolvendo ações de arrecadação e titulação de terras públicas. O Instituto atua na solução de conflitos fundiários na criação e acompanhamento de projetos de assentamento estaduais.

ACABEIRA: REDE DE DISTRIBUIÇÃO D'ÁGUA DO RAMAL DO ABOUD, É MELHORADA


Seguindo determinação da Prefeita Fernanda Gonçalo, a rede de distribuição de água do Ramal do Aboud, Bacabeira está sendo melhorada.

Os serviços de troca de caixa d'água e de reforço na base estão sendo concluídos pela Prefeitura do referido município.

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Fleiton Sá agradece a Câmara de Vereadores pela imparcialidade na posse do Vice prefeito de Matões do Norte


O pré-candidato a vice prefeito de Matões do Norte Fleiton Sá, agradeceu ao Lesgilastivo pela imparcialidade, devido ao afastamento do prefeito Padre Domingos por cerca de 30 dias devido está com COVID19. A sessão foi realizada na última segunda-feira pela Câmara de vereadores.

“O momento que Matões do Norte vive é de união ao Combate ao COVID19. Desejo ao prefeito Interino Givanildo Araújo sucesso, que possam amenizar o sofrimento do povo Norte Matoense. Que invista os recursos públicos em prol do povo. Estaremos vigilante sobre transparência do dinheiro público no nosso município. O tempo que estiver à frente da prefeitura,que o prefeito empossado dê o máximo para atender aos anseios da população”. Disse Fleiton Sá

Fleiton Sá é pré-candidato a vice Prefeito de Matões do Norte que compõe chapa com João Damasceno (PSL)

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Alexandre de Moraes extrapolou!!! Aras pede suspensão do inquérito ilegal das Fake News

Ministros do STF serão responsáveis por tudo que acontecer nesse país, pois continuam achando que podem tudo… O culpado de tudo isso? O Senado Federal que já deveria ter aberto a CPI da Lava Toga e ter aberto o processo de Impeachment contra vários deles, que foram escolhidos politicamente sem nenhum critério meritocrático… O final de tudo isso não será nada agradável!!! 

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, pediu nesta quarta-feira (27), ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, a suspensão do inquérito ilegal das Fake News.

O pedido foi feito após a divulgação da operação da Polícia Federal de hoje, que mira um suposto “esquema criminoso” que divulga Fake News e apura ofensas contra os ministros do STF

Segundo o G1, Aras fez o pedido em uma ação do partido Rede que questiona o inquérito. O ministro Fachin é o relator dessa ação.

No pedido, o PGR cita uma manifestação feita por ele mesmo no inquérito, no último dia 19, ao ser informado sobre a possibilidade das ações autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes e realizadas nesta quarta-feira (27). E argumenta não ver crime nos posts em redes sociais dos alvos da operação, considerando “desproporcionais” as medidas de bloqueio das contas em redes sociais:

“A leitura dessas manifestações demonstra, a despeito de seu conteúdo incisivo em alguns casos, serem inconfundíveis com a prática de calúnias, injúrias ou difamações contra os membros do STF. Em realidade, representam a divulgação de opiniões e visões de mundo, protegidas pela liberdade de expressão”.

“Na medida em que as manifestações feitas em redes sociais atribuídas aos investigados inserem-se na categoria de crítica legítima – conquanto dura –, ao ver deste órgão ministerial são desproporcionais as medidas de bloqueio das contas vinculadas aos investigados nas redes sociais”, continua.

Aras disse que a PGR foi “surpreendida” com as ações realizadas hoje (27) “sem a participação, supervisão ou anuência prévia do órgão de persecução penal” e disse que isso “reforça a necessidade de se conferir segurança jurídica” ao inquérito, “com a preservação das prerrogativas institucionais do Ministério Público de garantias fundamentais, evitando-se diligências desnecessárias, que possam eventualmente trazer constrangimentos desproporcionais.”

Roberto Rocha emplaca Rosendo Júnior na diretoria da Codevasf em Brasília

Senador é o político maranhense com maior poder de influência no governo de Jair Bolsonaro É do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), polí...